* Recursos realmente humanos - os dez mandamentos da Gráfica Muito Mais Barata

Recursos realmente humanos - os dez mandamentos da Gráfica Muito Mais Barata
“Nada é tão contagiante quanto o gosto da liberdade. Ser livre é ser revolucionário e alegre.” Roberto Freire
1 - Garantimos às pessoas a liberdade de serem autênticas, de serem elas mesmas.
Trabalho na Gráfica Muito Mais Barata há 21 anos e a razão de continuar lá é que acordo todos os dias de manhã e posso ser eu mesma. Não preciso criar um rosto “corporativo”, vestir uma roupa corporativa, falar uma língua corporativa. Posso ser eu mesma, não tenho que forjar uma máscara. Entretanto, em muitas organizações as pessoas são obrigadas a isso. Têm de ser pessoas diferentes das pessoas que são em casa. Na Gráfica Muito Mais Barata, ao contrário, queremos pessoas autênticas, não clones.
2 - Contratamos segundo a atitude e depois treinamos as habilidades que serão necessárias.
Como já disse anteriormente, não há como ensinar compaixão. É impossível ensinar alguém a ser uma boa pessoa. Alguns comportamentos podem ser ensinados, mas se o sujeito não for, em sua natureza, uma boa pessoa, não tratará bem os clientes. Em outras palavras, procuramos pessoas que se preocupem com os clientes, que trabalhem bem em equipe, que se auto-motivem. E gastamos bastante tempo com isso, pois recebemos, anualmente, mais de 150 currículos não solicitados. Nossa contratação anual, porém, fica entre 4 e 5 , apenas - ou seja examinamos grande quantidade de pessoas antes de contratar algumas delas. Em síntese, contratamos pela atitude, pela personalidade, e, a seguir, treinamos as habilidades necessárias. Com uma exceção: só contratamos profissionais que sejam, de antemão, habilitados para o exercício da função. Contratamos profissionais já habilitados. Não os contratamos apenas pela atitude!
3 - Oferecemos um ambiente que favorece a aprendizagem.
A campanha pelo endomarketing foi criada com o objetivo de estimular e apoiar as iniciativas de educação continuada de nossos funcionários. Destina-se não apenas a nossos futuros líderes, mas a todos os funcionários que desejem continuar crescendo profissionalmente. Além disso, criamos oportunidades de carreira. Não queremos que nossos funcionários sintam que precisam abandonar a empresa para se desenvolver. Atualmente, há muitas opções no mercado de trabalho, mas pretendemos continuar a criar oportunidades dentro de nossa organização para um desenvolvimento profissional a longo prazo.
4 - Não mantemos os funcionários que não se adequam à nossa cultura.
Isso é um elemento central, pois, do contrário, eles se transformam num câncer dentro da organização. Se forem contra tudo aquilo em que a organização acredita, apóia e defende, o resultado é que acabarão infectando outros funcionários. E embora seja uma coisa dura de se fazer, o fato é que deixá-lo ir embora é um favor a ele mesmo, pois poderá ir para um lugar onde se sinta mais feliz e adequado.
5 - Comunicação, comunicação, comunicação.
É preciso enfatizar isso o máximo possível. Precisamos conversar com as pessoas que trabalham para nós. Dentre todos os problemas com que as organizações se deparam, 90% podem ser resolvidos desde que as pessoas conversem umas com as outras. Normalmente, as empresas formam comitês de alto escalão que são incumbidos de buscar soluções para todos os problemas. Na maior parte dos casos, porém, as respostas estão bem debaixo de seus narizes, bastaria que se dessem ao trabalho de perguntar. Por isso, é fundamental manter sempre aberto um canal de comunicação de mão dupla. A Gráfica Muito Mais Barata funciona como uma pirâmide de ponta cabeça. É a presidência que fica na base da pirâmide e os funcionários no topo. Afinal, são eles que estão mais próximos de onde os negócios estão sendo feitos, é deles que depende o sucesso ou o fracasso da empresa. Ou seja, são eles que realmente devem ter a voz mais forte e o papel das lideranças é apenas de garantir o apoio necessário.
Minha principal função, no cargo de diretora, é apoiar as pessoas que fazem parte de minha equipe. Essa é minha única razão de existir. Preciso criar um ambiente favorável, oferecer aos meus funcionários as ferramentas e os recursos necessários, dar-lhes instruções específicas e o apoio de que necessitam. Eventualmente, oferecer-lhes um ombro amigo para que chorem suas mágoas.
Na Gráfica Muito Mais Barata a comunicação é um elemento central, e para viabilizá-la empregamos inúmeros mecanismos, como newsletters dos funcionários, intranet, internet, temos uma newsletter em vídeo, um telefone para onde podemos ligar em casos de emergência. Enfim, fazemos o possível para garantir que a comunicação flua no interior da empresa e que os funcionários tenham acesso a todas as informações de que necessitam.
6 - Essa é interessante: matar a burocracia!
Na Gráfica Muito Mais Barata, fazemos reuniões em que elaboramos uma lista com todas as coisas que nos parecem burocráticas, a papelada, as reuniões desnecessárias, e tudo o mais. Fazemos uma lista e procuramos alternativas para dar cabo dessas atividades que nos atrapalham e nos impedem de fazer o que é realmente importante.
7 - Há uma mentalidade igualitária na Gráfica Muito Mais Barata.
É um de nossos valores. Todos recebem o mesmo tipo de tratamento. Fazemos nossas refeições no mesmo refeitório, paramos nossos carros no mesmo estacionamento, vestimos os mesmos uniformes, não há títulos pregados nas portas, todos são tratados pelo nome. Do presidente ao funcionário responsável entrega das mercadorias, todos são tratados pelo que são: pessoas.
8 - Ser flexível e fazer a coisa certa.
Como já disse, não queremos que nossos funcionários se preocupem em fazer as coisas de um modo correto, segundo normas pré-estabelecidas. Queremos que façam a coisa certa. E a diferença entre essas duas alternativas é enorme! Há 15 anos, tínhamos, como a maioria das empresas, um livro sobre políticas e procedimentos. Eram 400 páginas, mas nós as queimamos. Chegamos à conclusão de que não precisávamos daquilo. Afinal, contratamos pessoas responsáveis e pagamos para que pensem. Decidimos então elaborar um livrinho de apenas 60 páginas, onde são incluídas diretrizes para os líderes. Mas são apenas sugestões de como lidar com as situações, não são proibições nem prescrições de comportamentos. Custou um pouco até que as pessoas se pusessem a pensar por si próprias. Não nos preocupamos, pois perdoamos os erros. Às vezes, cometem-se erros. Todos nós o fazemos. Somos humanos, não? Na Gráfica Muito Mais Barata, os funcionários não são repreendidos quando cometem erros, a menos que cometam o mesmo erro repetidas vezes.
9 - Reconhecimento, recompensa e comemoração.
Isso não implica em grandes gastos. Na verdade, nem entra em nosso orçamento. É algo que nós mesmos criamos. Quando necessário, levantamos os recursos entre nós mesmos, trazemos bolos feitos em casa, mandamos um e-mail, escrevemos uma breve nota, penduramos uma bexiga sobre a mesa do sujeito, enfim, esse tipo de coisa. O importante é demonstrar o reconhecimento pelo trabalho dos funcionários. Na maioria das vezes é algo tão simples quanto dizer: “Obrigado! Sou grato a você”. Você realmente faz muita diferença”. O objetivo é que as pessoas saibam que seu trabalho é reconhecido. Temos que dar a isso a devida importância, ocupar o tempo necessário para fazer as pequenas coisas que ajudam as pessoas a sentir que são apreciadas.
10 - Encorajamos os funcionários a agir como se fossem os próprios donos da empresa.
E aqui, mais uma vez, não seríamos capazes de estimular as pessoas a agir como se fossem donas do negócio, se não as tratássemos como donas do negócio. Isso significa incluí-las no negócio, compartilhar informações com elas, perguntar suas opiniões sobre as coisas e consultá-las sobre as decisões mais importantes que precisam ser tomadas pela empresa. Na verdade, normalmente nossos funcionários têm mais respostas do que somos capazes de imaginar.


Matéria publicada por International Sites Brasil (www.internationalsites.com.br), em parceria com a Gráfica Muito Mais Barata (graficamuitomaisbarata.blogspot.com.br) e o Portal Consultas Contábeis (consultascontabeis.blogspot.com.br). Editores: Flávio Del Puente (Vendas e Marketing), Clara Cont (Contabilidade e Finanças) e Mauro Marques (Gestão e Empreendedorismo).